MonkeyBusiness
Peça o seu orçamento aqui!

Apresente melhor com as técnicas de retórica de Steve Jobs

A retórica teria nascido no século V A.C. e visava persuadir a audiência dos mais diversos assuntos, mas com o tempo acabou se transformando no sinônimo da arte de falar bem. Por exemplo, Aristóteles sintetizou suas características no livro chamado Retórica, onde lançou as bases para sistematizar o estudo dessa técnica. Finalmente, a técnica foi incorporada no nosso sistema de ensino preenchendo a necessidade de treinar oradores e escritores para convencer audiências mediante bons argumentos. Assim, esse pensamento foi tão importante que é utilizado até hoje. Veja por exemplo as técnicas de retórica de Steve Jobs. Enfim, ele é um dos maiores oradores do nosso tempo foi até Aristóteles para aprender a apresentar melhor.

A retórica muitas vezes é vista como uma forma de manipulação de oratória. Mas quando bem utilizada, essa técnica rende ótimos momentos. Principalmente no que se diz respeito a apresentações. No entanto, é uma técnica que prevalece na política, mas ainda é pouco vista no campos dos negócios. Enfim, quem é um grande expoente da retórica? O sempre citado senhor Steve Jobs. Para concluir, fizemos uma análise do seu discurso na apresentação de lançamento do primeiro iPhone, em 2007.

Vejam o mestre em ação e aprendam com as técnicas de retórica de Steve Jobs:

Anáfora:

Dentro da retórica, a Anáfora significa a repetição da mesma palavra (ou de um grupo de palavras) no começo de frases ou de versos consecutivos. É muito usada nos quadrinhos, música e especialmente na poesia. As técnicas de retórica de Steve Jobs reforçam a palavra “iPod”, colocando-a sempre na frente de todos os seus subprodutos:

“Como vocês já sabem, nós temos o iPod, o melhor player de música do mundo. Temos também o iPod Nano, os novos modelos. E suas cores estão de volta. Temos o iPod Shuffle novo surpreendente.”

Anadiplose:

A repetição da última palavra de uma frase que também é a primeira palavra da seguinte frase. Serve como um reforço da informação.

“E ele conseguiu dois por cento do mercado. Dois por cento de mercado. O iPod teve 62 por cento do mercado.”

Assíndeto:

Sequência ou palavras ou expressão semelhante sem o uso de conjunções. Steve omite as conjunções resultando em orações coordenadas assindéticas, separadas por vírgulas. Nessa técnicas de retórica de Steve Jobs, quando falada com velocidade, dá a impressão de maior quantidade:

“Nós temos filmes, programas de TV, música, podcasts, fotos.”

Polisíndeto:

É o emprego repetitivo da conjunção entre as orações. No caso, da conjunção “e”:

“E o design e ele tem core animation e ele tem o áudio e vídeo já famosos do sistema OsX.”

Questionamento:

Uma pergunta retórica na qual sabemos que a resposta é auto-evidente. Com isso o palestrante marca um diálogo imaginário no palco, e leva a platéia para as suas conclusões, chamando-os a participar:

“Não é incrível?”
“Você quer ver isso de novo?”
“Muito legal, hein?”

Uso de exclamações:

Uma exclamação expressa paixão, vontade, e demostra o emocional do apresentador:

“Acabei de pegar a minha unidade aqui, e vou transformá-lo no modo paisagem. Oh, olha o que acontece! Estou no Cover Flow!”

Hipérbole

Uso do exagero dos atributos de um objeto ou circunstância. Steve coloca como os melhores produtos do mundo:

“A Melhor versão do Google Maps no planeta! widgets, e todos com Edge e Wi-Fi em rede.”

Comparação:

Uma comparação explícita entre dois elementos. E que Steve nunca perde a chance de compara-los com algo maravilhoso:

“Funciona como mágica.”

Antítese:

A colocação de conteúdos contrastantes. O efeito de se colocar um argumento contrário logo após o outro.

“É o tipo de coisas que você encontraria em um telefone comum, mas de uma maneira muito diferente agora.”

Metáfora:

A comparação feita referindo-se a um elemento como outro.

“Um transplante de coração enorme para microprocessadores Intel.”

Clímax:

O aumento de um waker para uma expressão mais forte. Assim, uma seqüência de palavras é organizado em ordem crescente. O uso do Clímax reforça a mensagem principal, ao passo que constrói um bom argumento.

“Primeiro foi o mouse. O segundo foi a click wheel. E agora, nós vamos trazer multi-touch para o mercado.”

Personificação:

A atribuição de características humanas às objetos. E não é assim que tratamos os gadgets da Apple? Afinal, quem não criou uma relação com seu iPhone?

“Ele já sabe como pode gerenciar… E se há uma nova mensagem, ele vai me dizer.”

Construção de Slogans:

Steve Jobs também tem frases específicas que repete sempre. Assim sendo, o slogan servem para marcar posicionamentos de mercado na mente dos consumidores. E as frases repetidas frequentemente por Steve Jobs tem o poder de convencer a platéia. Ainda mais sendo grandiosas do jeito que são:

“Hoje, a Apple vai reinventar o telefone, e aqui está.”

“Então, nós reinventamos o telefone.”

“Hoje a Apple reinventou o telefone.”

Concluindo: Muitos clientes pedem apresentações como as do Steve Jobs para a Monkey. Afinal, nosso amigo Steve é um grande orador. Mesmo ele sendo um ótimo apresentador, é sempre prudente pensarmos que ele é bastante ajudado pelos produtos que apresenta e pela empresa que dirige. Muitas vezes o fato de estar mostrando ao mundo um produto revolucionário, que está sendo aguardado há tempos (e que gerou boatos, spoilers, e tudo mais) já o coloca num patamar diferente dos demais apresentadores. Mas é importante perceber que ele estuda. E sabe apresentar bem porque busca técnicas. Assim, as técnicas de retórica de Steve Jobs podem ajudar você a ser um melhor apresentador.

Somos o MonkeyBusiness: Estúdio de Motion Design! Produtora de Vídeo, Estúdio de Animação e Agência de Apresentações Criativas. Apaixonados pelo poder de comunicação do Motion Design e especialistas em Apresentações Criativas.

Conte com o MonkeyBusiness. Somos um estúdio de Motion Design completo. Uma Produtora de Vídeo de São Paulo. Um Estúdio de Animação. Uma Agência de Apresentações criativas.

Temos times de atendimento, planejamento, roteiro, direção de arte e motion design especialistas. Todos eles dedicados a criar vídeos, animações e apresentações. Com o objetivo de transformar conteúdo corporativo em audiovisual. Estamos prontos para trabalhar no seu próximo projeto em Motion Design. Seja ele em vídeo, animação ou apresentação. Clique aqui e vamos falar sobre sua próxima animação, vídeo ou apresentação!

MonkeyBusiness: seu estúdio de animação. Produtora de vídeo. E agência de apresentações criativas

Estúdio de animação. Produtora de vídeo. Agência de apresentações criativas com Motion Design. Acreditamos na estratégia, roteiro e motion design para uma comunicação mais eficiente, inteligente e, logicamente, animada. www.monkeybusiness.com.br. Veja mais nos nossos canais do Vimeo e Youtube.



® 2009 MonkeyBusiness LTDA

Estúdio de motion design de São Paulo SP
Produtora Audiovisual / Estúdio de animação / Agência de apresentações profissionais especializados em produção de vídeos, criação de animações e de apresentações criativas

Termos de uso / Privacidade
Fechar
Fechar
Ao enviar o formulário, eu declaro que estou de acordo com a Política de Privacidade. Ou entre em contato diretamente pelo e-mail do nosso time de atendimento comercial especialistas em motion design corporativo aqui: contato@monkeybusiness-com-br.umbler.net.
Ao enviar o formulário, eu declaro que estou de acordo com a Política de Privacidade.
WhatsApp

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.