MonkeyBusiness
Peça o seu orçamento aqui!

3 dicas para apresentações de startups de tecnologia

Startups de tecnologia e outros segmentos precisam de investimento e para isso você, empreendedor ou empresário, precisa saber como apresentar cada vez melhor a sua ideia.

Apresentar a sua startup de tecnologia pode ser um dos momentos mais nervosos da sua vida profissional. Afinal, os investidores estarão lá para julgar não só a sua ideia, mas também você como empresário: vale a pena investir neles? E você terá alguns minutos na frente deles com uma apresentação que deve ser bastante eficiente e criativa.

Você realmente está preparado? Tem um bom material e uma apresentação profissional? Sabe todo o seu discurso de memória? Sabe responder todas as perguntas no final da sua apresentação? Sabe como inicia-la com impacto, e termina-la com um call to action inteligente, direcionado ao público-alvo e bem definido?

Você que apresenta a sua startup há algum tempo sabe do que estamos falando. Esse pode ser um dos momentos mais estressantes da sua carreira, mas também aquele que pode mudar a sua realidade em definitivo. Ainda mais para quem tem uma startup de tecnologia. Para esse tipo de empresa, investimentos são essenciais para escalar a ideia, dar volume e finalmente colocá-la no mercado. Por isso, a chance de apresentar bem e impressionar os investidores não pode passar ilesa. Sua apresentação deve dar resultado.

O MonkeyBusiness tem uma grande experiência nesse campo, há mais de 8 anos desenvolvendo as apresentações das maiores e mais influentes empresas e profissionais do mercado, e posso dizer que já vimos todas as situações em apresentações de startups. Por isso, escrevemos 3 dicas para você apresentar sua ideia de tecnologia e alcançar resultados:

1 . O stress pré palco, saiba lidar com ele.

Cuidado para não deixar o nervosismo transparecer. Mesmo que você se sinta tranquilo com sua apresentação, ele pode aparecer em sinais não-verbais, como a ansiedade nas pernas, movimento de pêndulo (andando de um lado para outro) ou em cacoetes verbais como o “né” no final de cada frase.

Ao praticar para sua apresentação e também na hora do palco, fique atento: como estão seus gestos não verbais? Está fazendo um movimento de pêndulo irritante? Quais os movimentos das suas mãos? Suas pernas estão tremendo? Todos estes movimentos transmitem o seu nervosismo sem você perceber. Mas existe um um truque para impedir que isso aconteça na sua apresentação profissional: antes de entrar no palco, o objetivo é deixar esse fluxo de nervosismo e energia acumulada para trás. Esse é o momento de se livrar dela.

Imagine a sua energia como uma onda de emoção em movimento dentro de você. Para libera-la, mova seus braços e pernas livremente. A ideia é não combatê-la ou tentar escondê-la. Se você começar a suar, deixe o suor sair. Esteja ciente e aceite o medo que você sente, mas preocupe-se em deixa-lo fluir através de você.

Para isso funcionar, chegue mais cedo na apresentação. Evite frustrações como trânsito, lugar para estacionar, encontrar o lugar da apresentação, etc. Chegue ao local da apresentação mais cedo, e se prepare antes de subir ao palco. Encontre fazer exercícios que vão te ajudar a liberar esse stress. Até apresentadores famosos como o Tony Robbins têm seus métodos. Encontre os seus.

2 . Não deixe a falta de energia do público te contagiar.

Lidar com um público desmotivado é como nadar contra a maré: você precisa fazer mais esforço para garantir que vai chegar em algum lugar. Veja: o ônus de uma apresentação ruim é sempre do apresentador. Portanto, é sua função garantir que tudo saia bem.

Uma boa regra é subir seu nível de energia em cerca de 30%. Se você sentir que pegou um público cansado ou desmotivado, não deixe isso te contaminar: eleve o nível de energia do seu discurso. 30% é perfeito porque você consegue elevar a energia na quantidade correta, sem forçar o público a ver algo muito animado para eles.

Mas esse tipo de preocupação requer planejamento: chegue antes, estude o público, veja as apresentações antes da sua e determine o nível de energia que você deve empregar no palco: com essa estratégia em mente vá em frente, suba no palco e apresente a sua empresa ou startup.

Lembre-se: a plateia quer ser envolvida na sua ideia e energia, mas ela está sentada em uma cadeira (as vezes desconfortável), ombro a ombro com um desconhecido, e provavelmente viu apresentações ruins antes da sua. Sua função agora, como um bom apresentador, é conquistar a atenção dela, mantê-la, e ser o condutor da sua ideia! Finalmente, suba no palco e se divirta. Só assim você conseguirá divertir o público-alvo da sua apresentação de startup.

3 . Antes de falar, sorria!

Antes de você começar o primeiro slide da sua apresentação de startup, sua plateia já está te julgando. A linguagem corporal é o que o público percebe primeiro, então tenha certeza que você sabe o que seu corpo está dizendo quando você se aproxima do palco. Como não há nada pior do que um palestrante desanimado, a melhor coisa que você pode dizer é que você está animado com sua apresentação de startup: e isso é facilmente traduzido por um bom e sincero sorriso!

Um bom sorriso transmite confiança e quebra o gelo, te ajudando a se conectar com seu público-alvo. Mostre que o palco é o seu lugar, que você está confortável com ele e que apresentar sua startup é o melhor momento da sua semana. Tudo isso você consegue com um bom sorriso.

Sabemos que apresentar uma ideia ou apresentar sua startup para investidores ou para um público que vai te julgar é sempre um momento de nervosismo. Por isso, invista em uma apresentação profissional, não a deixe para a última hora, para você ter tempo de fazer alterações e ajustes até que ela esteja perfeita. Aqui no MonkeyBusiness nós trabalhamos dessa maneira, e vemos que quanto mais ajustado o material estiver para o apresentador, mais confortável ele vai ficar na hora de apresentar. No final de tudo, quando estiver no palco, se divirta. Afinal, esse momento pode mudar sua vida. Apresente bem e aproveite!

 

Baseado na matéria ‘Top Three Pitch Presentation Tips for Tech Startups’ da site TechDay.

Somos o MonkeyBusiness: Estúdio de Motion Design! Produtora de Vídeo, Estúdio de Animação e Agência de Apresentações Criativas. Apaixonados pelo poder de comunicação do Motion Design e especialistas em Apresentação para Startups de Tecnologia.

Conte com o MonkeyBusiness. Somos um estúdio de Motion Design completo. Uma Produtora de Vídeo de São Paulo. Um Estúdio de Animação. Uma Agência de Apresentações criativas.

Temos times de atendimento, planejamento, roteiro, direção de arte e motion design especialistas. Todos eles dedicados a criar vídeos, animações e apresentações. Com o objetivo de transformar conteúdo corporativo em audiovisual. Estamos prontos para trabalhar no seu próximo projeto em Motion Design. Seja ele em vídeo, animação ou apresentação. Clique aqui e vamos falar sobre sua próxima animação, vídeo ou apresentação!

MonkeyBusiness: seu estúdio de animação. Produtora de vídeo. E agência de apresentações criativas

Estúdio de animação. Produtora de vídeo. Agência de apresentações criativas com Motion Design. Acreditamos na estratégia, roteiro e motion design para uma comunicação mais eficiente, inteligente e, logicamente, animada. www.monkeybusiness.com.br. Veja mais nos nossos canais do Vimeo e Youtube.

Array


® 2009 MonkeyBusiness LTDA

Estúdio de motion design de São Paulo SP
Produtora Audiovisual / Estúdio de animação / Agência de apresentações profissionais especializados em produção de vídeos, criação de animações e de apresentações criativas

Termos de uso / Privacidade
Fechar
Fechar
Ao enviar o formulário, eu declaro que estou de acordo com a Política de Privacidade. Ou entre em contato diretamente pelo e-mail do nosso time de atendimento comercial especialistas em motion design corporativo aqui: contato@monkeybusiness-com-br.umbler.net.
Ao enviar o formulário, eu declaro que estou de acordo com a Política de Privacidade.
WhatsApp

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.